Poesia

“Deixa-te ficar em mim” | Poema

Para um ser-escrevente, as emoções e sentires limiares - paixões, perdas, conquistas, amor, luto - são aliados. São matéria-prima da nossa arte. Escrevo com sentires na ponta dos dedos e, por vezes, na cegueira da emoção. Escrevo com profundidade, escrevo com entrega - escrevo consciente ou alheada minha *adorada* escrita-insana. Escrevo sobre paixões inebriantes -… Continue reading “Deixa-te ficar em mim” | Poema

Anúncios
Contos · Plataforma de autor

Newsletter e conto original

Nasceu a Newsletter dos Bastidores da Escrita! Clica na imagem Mensalmente, irei partilhar com os subscritores conteúdo que usualmente não partilho aqui pelo blog. Os temas da Newsletter serão variados, mas podem contar com espreitadelas à minha estante (aquisições e leituras), bastidores dos meus escritos, devaneios, partilhas de artigos e informações úteis. Outra grande vantagem… Continue reading Newsletter e conto original

Contos · Desafios

Ser escritor é ter poder | Desafio de um Bastidor

Um escritor tem a capacidade de transformar a realidade. O escritor tem poder. Um escritor transforma a dor em recordações eternamente belas; as mágoas camuflagens de sorrisos; a perda em adeus aconchegante; os sorrisos em força interior; os olhares dedicados em amor eternizado;… Mas não se iludam! Os escritores têm, também, a capacidade de transformar… Continue reading Ser escritor é ter poder | Desafio de um Bastidor

Devaneios · Plataforma de autor

Ser blogger | podia ser só escrever mas…

Inicialmente, este blog tinha como objectivo primordial ser uma montra dos meus escritos e, consequentemente, uma ponte para a Amazon - espaço de venda dos meus livros. Porém, em (muito) pouco tempo tornou-se muito mais que isso. *tanto mais* Mais que a minha plataforma de autor, o blog é o meu espaço de ser-escrevente. Aqui… Continue reading Ser blogger | podia ser só escrever mas…

Contos

Conto | Sempre e para Sempre

Tenho uma cicatriz. É grande, com dezenas de pontos cosidos. Ninguém a vê, nem sequer eu: nunca a vi. É uma cicatriz que não se vê, só se sente. Eu não a queria, sabes? Mas fizeram-na. “Onde está essa cicatriz?” Não a vês? Não, claro que não, está escondida. Não que eu a esconda, mas… Continue reading Conto | Sempre e para Sempre

Devaneios · Processo criativo

Sou escrita sou caos

A escrita ganha muitas formas em mim: espontânea, empurrada, ressacada, ansiada, sofrida ou prazerosa. Escrevo por paixão, escrevo por prazer, escrevo por terapia ou enlouquecimento. Escrevo em vários temas; empresto os meus próprios sentires à maioria dos escritos: camuflada ou descaradamente. Escrevo em diferentes tons, sendo o intimista a minha voz de eleição. Escrevo para… Continue reading Sou escrita sou caos

Desafios · O que me inspira

(auto)Desafio | Que Bastidor querem ler?

Tinha este artigo na carteira há algumas semanas, aguardando ter leitores suficientes para lançar um desafio. Neste caso: um auto-desafio. Agora que o volume de vendas já o justifica *yeah!*, é com muito orgulho e satisfação que vos trago uma proposta. Os Bastidores da Escrita são o meu espaço de inspirações, onde partilho as histórias por detrás… Continue reading (auto)Desafio | Que Bastidor querem ler?